Nova Diretoria

Aconteceu na tarde de hoje a Assembleia Geral do Condesus, onde foi eleita a nova diretoria da entidade, que tomará posse a partir do dia 01 de novembro desse ano.

Comitê administrativo

Presidente: Hildebrando de Almeida – Prefeito de Monte Alegre dos Campos

Vice- presidente: Amadeu de Almeida Boeira- Prefeito de Vacaria

Secretário: Anderson de Jesus Costa – Prefeito de Pinhal da Serra

Conselho Fiscal

Presidente: Rita de Cássia Campos Pereira – Prefeita de Muitos Capões

Vice- presidente: Marcos Aguzolli – Prefeito de São Francisco de Paula

Secretário: Tésio Fernando Fernandes – Secretário Municipal de Campestre da Serra

ASSOCIAÇÃO DOS VITIVINICULTORES DOS CAMPOS DE CIMA DA SERRA, AVICCS É LANÇADA EM VACARIA-RS

Evento de lançamento da associação aconteceu na tarde de sexta-feira, 21 de julho, na sede da Câmara de Indústria, Comércio, Agricultura e Serviços, CIC de Vacaria.
A Associação dos Vitivinicultores dos Campos de Cima da Serra – AVICCS, é formada por seis produtores de vinho na região: RAR, Sopra, Sozo, Aracuri, Vinícola Campestre e Vinícola Fazenda Santa Rita. A entidade conta com a parceria do Sebrae, Embrapa, Ibravin, CIC, UCS e Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Região dos Campos de Cima da Serra – Condesus.
A AVICCS nasceu para fortalecer o seguimento nos Campos de Cima da Serra e proporcionar novas oportunidades para o setor do vinho na região. O presidente da Associação, Agamenon Lemos de Almeida destaca que o surgimento desta nova entidade vem sendo discutido há mais de três anos e tem a finalidade de divulgar o Terroir da região, devido as condições típicas da região, como clima e altitude. Agamenon considera que a produção gerada aqui na região não é possível conseguir replicá-la em nenhum outro lugar, sendo única para um segmento de vinho, conseguindo um sabor inigualável.
Agamenon enfatiza que os vinhos produzidos nos Campos de Cima da Serra são produtos diferenciados, devido ao solo, clima, altitude e precipitações e por conta disso o consumidor tem à disposição um vinho produzido com a mais alta qualidade.
A Associação vai dar visibilidade aos vinhos produzidos nos Campos de Cima da Serra, inclusive promovendo o Enoturismo, onde o visitante conhece a história, cultura e tradições do local.
Com a criação da AVICCS, já é possível firmar parcerias com a Embrapa para a realização de pesquisas de clones e uma área de Identificação Geográfica, bem como com o Sebrae, para a capacitação e implantação do Enoturismo. O presidente Agamenon afirma que essas são as ações iniciais, inclusive com a participação do Ibravin que vem dando todo suporte para a Associação dos Vitivinicultores dos Campos de Cima da Serra.
O fundamental na opinião de Agamenon é que “o setor permaneça unido, pois através do associativismo é que continuaremos crescendo, alcançando um mercado cada vez maior, interno e externo”.
– Quando uma região de produtores de vinho se une para ir em busca de uma identidade e que já elaboram um produto de qualidade isso vai contribuir para desenvolver mais ainda o segmento. Essa é a afirmação do Diretor de Relações Institucionais do Ibravin Carlos Paviani, que comenta, que “os melhores resultados serão colhidos em um curto espaço de tempo”.
Paviani fala que o Ibravin vem para acrescentar forças para a AVICCS, e diz que não é fácil, porém, “apesar das dificuldades, trabalhando em unidade e consenso, estabelecendo objetivos comuns se chegará ao êxito. Buscando a identidade da Associação através, inclusive, de um projeto de desenvolvimento do turismo com a implantação do Enoturismo”.
Esteve presente no evento o empresário Raul Anselmo Randon, produtor dos Vinhos RAR. Ele falou aos presentes que a criação da Associação é fundamental para buscar aos governos melhores condições de produção e comercialização. “Em breve Vacaria será a primeira ou segunda maior produtora de uvas do Rio Grande do Sul, e que devido à produção da maçã, é recomendável que se cultivem também uvas, aproveitando a mão de obra disponível”.
Randon comenta que foi um dos primeiros a cultivar uvas em Vacaria, foram três hectares em Muitos Capões, Merlot e Carbernet Sauvignon, inclusive foram cultivadas para as bodas de ouro. Logo a produção se transformou em mais um dos negócios do Grupo Randon, e observa: “a região de Vacaria é a melhor para a produção da uva Merlot”.
Com a parceria realizada com a Embrapa será possível identificar os fatores que transformam a região em destaque para a cultura da Uva e do Vinho. “É possível trabalhar com estratégia, todo sistema de produção da matéria prima a da elaboração do vinho, agora passa a ter uma parceria organizada pensando em diferenciação dos produtos, uma colaboração da pesquisa, com os produtores para estabelecer regulamentos de uso, as normativas, o melhor sistema de produção, as melhores variedades para se tirar o melhor proveito desse Terroir que é constituído de elementos únicos encontrados apenas nesta região” – destaca o diretor da Embrapa Uva e Vinho, Mauro Zanus.
O pesquisador da Embrapa Jorge Tonietto fala que conhece a produção dos Campos de Cima da Serra e a qualidade dos vinhos feitos na região e observa, que através da associação haverá a evolução mais rápida do segmento na região em âmbito nacional inclusive: “A produção recente dos vinhos dos Campos de Cima da Serra que iniciou no ano 2000, surpreende pela qualidade e o destaque já alcançado. A partir de agora o mercado poderá ser aberto, o turismo incrementado através do enoturismo, a perspectiva é de consolidação dos Vinhos produzidos nos Campos de Cima da Serra através do trabalho sério que vem sendo feito” – avalia Tonietto.
O Sebrae é mais um dos parceiros da Associação dos Vitivinicultores dos Campos de Cima da Serra – AVICCS, especialmente na parte técnica. Segundo o Gerente Regional Serra Gaúcha do Sebrae, Rogério da Silva Rodrigues, a entidade deseja contribuir com o desenvolvimento da região, fomentando o empreendedorismo da cadeia produtiva do vinho, através de cursos e capacitações.
O presidente da CIC Paulo Miguel Vasques enfatiza que uma Associação pode buscar facilidades que muitas vezes a individualidade não proporciona. Ele fala que a CIC entende que esse é o melhor e mais rápido caminho para conseguir atingir os objetivos de produtividade e comercialização dos vinhos dos Campos de Cima da Serra. Vasques fala ainda que por ser uma experiência nova já se produz vinhos de excelente qualidade, e agora com a Associação a região passará a ser conhecida no Brasil e fora dele também pela produção de vinhos.
No final da Solenidade foi apresentada a diretoria, composta pelos seguintes membros:
Presidente: Agamenon Lemos de Almeida
Vice-presidente: João Carlos Zanotto
1º Secretário: Hermano Varaschin Junior
2ª Secretária: Bibiana Lemos de Almeida
1º Tesoureiro: Celso Zancan
2º Tesoureiro: Henrique Eduardo Aliprandini
Conselho Fiscal: André Donati
Diretor Técnico: João Hugo Meyer Junior
Diretor de Indicação Geográfica: José Sozo

O presidente da AVICCS, Agamenon Lemos de Almeida sustenta que através desse espírito de associativismo é que os próximos passos serão fundamentais para o desenvolvimento dos vinhos dos Campos de Cima da Serra.

Texto: Arte & Fato Comunicação/ Jornalista Responsável: Caroline F. Minuzzo Bonesi – DRT/RS 14.681.
Fotos: Artur Alexandre/AVICCS

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna
A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, óculos e área internaA imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos e área interna

Licitação de carros

Ontem tivemos a 2° licitação pelo Consórcio.

A primeira foi de britas, com o objetivo de gerar lucro para os municípios consorciados, esta será uma atividade cada vez mais comum e frequente.

As licitações estão sendo feitas em pregão eletrônico, registro de preços.

Curso SICONV – Municípios Consorciados

Aconteceu nos dias 20 e 21 na Sede do Condesus, o curso prático do SICONV.

O Sistema de Convênios (Siconv) foi criado em 2008 para administrar as transferências voluntárias de recursos da União nos convênios firmados com estados, municípios, Distrito Federal e também com as entidades privadas sem fins lucrativos. Entre as vantagens desta ferramenta está a agilidade na efetivação dos contratos, a transparência do repasse do dinheiro público e a qualificação da gestão financeira. A utilização do sistema contribui para a desburocratização da máquina pública e viabiliza investimentos para a educação, saúde, infraestrutura, emprego e outros setores que atendem diretamente a população.

OBJETIVO
Capacitar profissionais para atuar, de forma prática em todas as fases dos convênios, ou seja, no ciclo completo de celebração, execução, fiscalização, prestação de contas e tomada de contas especial, assegurando maior eficiência e eficácia à Administração Pública, com base nas mudanças devido ao Novo Marco Regulatório do Terceiro Setor – Lei 13019/2014 a alterações e Decreto 8.726/2016.

 

Ministrado pelo professor Alexandre Cedran, oferecido pela empresa Squadra Assessoria e Consultoria.

Contato Squadra